Resumo: "Life Is But A Dream" documentário de Beyoncé






Então... Vamos lá!!! Depois de muitos falarem e de boatos, rumores e desse-me-disse, estreou hoje "Life Is But A Dream", o documentário mais aguardado de todos os tempos (Será que podemos o rotular assim?), a autobiografia da..... como podemos chamá-la agora... da lenda Beyoncé.

O documentário foi ao ar logo após sua entrevista para o programa Oprah Next Chapter, (assista: Entrevista com Ophah) que revelou um pouco mais de sua intimidade.

A HBO Brasil não transmitiu o documentário, portanto todos aqueles que  queriam assistir, fariam o uso de links streams espalhados pela net (após 20 minutos, encontramos um perfeito). Vamos la para o resumo:

Life Is But A Dream, traz filmagens próprias da cantora, outras feitas pela equipe ou por Ed. Burke que filma tudo o que acontece (desde que a MTV negou fotos quando Bey pediu no passado). A cada trecho, uma performance com músicas que possui total significado do que ela pretende mostrar. 

As performances são até então inéditas, o show do Revel (que ela já possuia coreografias novas e alguns foram usadas no Super Bowl). Começa com imagens de sua infância em Houston no Texas. Pequenina avista abelhas no jardim da casa, logo um vídeo do Revel com "Crazy In Love" com cenário em formas de colmeia e uma homenagem a sua fã-base "BeyHive"

Aos 11 minutos "Graças a Deus, tenho o meu computador. " Bey,  usa ele  quase que como um diário: Principalmente quando está triste, angustiada e precisa desabafar sozinha ou até mesmo feliz: Ela contou para o seu diário virtual que estava grávida. Jay ainda não sabia.
Aos 21, ela desabafa e depois menciona que precisa fazer amor com seu marido (Jay-Z), em outras palavras precisava relaxar.

Aos 25, cenas Beyoncé sempre usando algum tipo de dispositivos portáteis, celulares, câmeras, laptop para registrar momentos, diga-se de passagem, muito importantes mesmo, o que enriqueceu e muito o documentário.


As 30 minutos, Bey fala de seu porto seguro: Tina Knowles, sua mãe e sempre companheira: "Eu cresci em uma casa com a minha mãe, que era dona de um salão de beleza." Uma forma de mostrar que ouvindo conversas a fez mais madura.

Cenas em que a cantora corta o próprio cabelo.  A cena na cama de hospital, ao lado do seu amado Jay se preparando para dar à luz Blue, enquanto sua mãe faz cachos em seus cabelos. Ela agradece. 

Em certa parte o principal coreógrafo Frank Gatson entra na sala e  repreende os bailarinos: "Não há porque inferno nenhum que você deveria ir lá fora, com o seu cabelo não arrumado para dentro! (Referido a uma das dançarinas) ... "Eu posso usar este chapéu porra e ir buscar um pouco de cola, supercola, eu posso fazer o que quiser e continuar com o chapéu na minha cabeça. Isso é mentira! Odeio essas merdas! "

Um pouco mais a frente, vimos a coreografia com os  de coreógrafos de Moçambique e a dificuldade de manter pontos iguais com a melodia. Foi o caso de 'Run The World Girls (4 Four). 

Os dançarinos gêmeos tem um espacinho especial também.

Bey canta "Runway" acapela (O que seria a nova música- registrada anteriormente em nome dela. Sobre o aberto a diva canta um trecho da triste "Heartbeat' (batimento cardíaco). Ao longo do filme Beyoncé começa a falar da gravidez e a necessidade de mantê-la em sigilo por enquanto: 

"Deixei o palco escondendo que estava com vontade de vomitar, estão me colocando em roupas apertadas, não posso revelar a gravidez." 

Ela busca figurinos, mas eles não se encaixam. Ultrassom, após isso a revelação da gravidez no VMA, o emocionante e caloroso abraço dos pombinhos no camarim e o ressoar de palmas da equipe. Bey aparece depois com rosto mais cheio e meio abatida, ignorando rumores da barriga de aluguel.

"Esse rumor estúpido de falsa gravidez, muitos acreditam, mas tem mesmo celebridades loucas no mundo, estamos com a imagem em baixa." 

Um cena de arrepiar: Beyoncé e Jay-Z cantam loucamente apaixonados "Yellow" do Coldplay, durante um jantar "Jay-Jay Eu te amo tanto", Bey canta.


Beyoncé cantando com a irmã Solange Knowles e Kelly Rowland



"O bebê está chegando em 3 semanas, estou ansiosa." Num ensaio totalmente profissional e incrível, Bey aparece totalmente sem roupa, afim de mostrar toda a sua barriga e desmentir os estúpidos rumores que machucou toda a sua família.



Logo, logo poderemos ver o filme novamente na íntegra, enquanto isso, vamos de fotos, daqui para frente o foco é Blue Ivy Carter para quem sua mãe ofereceu o documentário, este foi dedicado a Blu e Jay-Z.

"Foi incrível, não acredito, foi vida! Senti que Deus me deu a oportunidade de fazer milagre, é a parte de um show, a vida é o maior show."


SIM!!! É o documentário de todos os tempos: Merece prêmios!


Então, veja você mesmo o que realmente importa:
O filme completo!




Caso não consiga visualizar, click aqui: "Life Is But A Dream" (Legendado em português)

Se perdeu, você já pode ver a entrevista completa
Entrevista com Ophah

2 comentários:

Postar um comentário

O que você achou da notícia? Deixe o seu comentário abaixo:

Siga-nos no Instagram

Instagram

Translate


Beyonce on Instagram

 
Support : Twitter
Copyright © 2013. Beyoncé Stars- Sua melhor fonte de notícias - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website | Edited by Beyoncé Gallery